Valores

Segurança na Internet para crianças


Cada vez mais as crianças têm acesso a novas tecnologias em idades mais precoces, uma vez que as usam principalmente para alcançar recursos educacionais ou de entretenimento. Porém, deixar a criança sozinha com um tablet ou smartphone sem realizar simples medidas de segurança, pode expô-la a certos perigos.

É importante que os pais eduquem nossos filhos e os avisem sobre os riscos da navegação na Internet e do uso das redes sociais. Saber o que pode acontecer irá mantê-los alertas.

Você pode pensar que seu filho está jogando um aplicativo que foi baixado ou está assistindo a desenhos animados, mas se ele estiver apenas navegando com o tablet, por ignorância ou curiosidade, ele pode acabar vendo conteúdo que não é adequado para ele.

Os pais podem monitorar a segurança de nossos filhos na Internet ou a maneira como eles interagem, colocando em prática algumas dicas simples:

1 - Controle dos pais: filtros parentais são ferramentas que podemos instalar em computadores para controlar quais páginas nossos filhos navegam.

2 - Observe por onde você navega: você pode não conseguir ficar o tempo todo olhando as páginas que está navegando, mas pode verificar posteriormente os lugares que visitou.

3 - A educação é o melhor filtro da Internet: ensine a não publicar dados pessoais, a não confiar em estranhos na Internet e a notificar se detectarem comportamento de assédio na Internet.

4 - Não o deixe participar de chats ou conversas online com outras pessoas, mesmo que você pense que seus interlocutores são crianças.

5 - Cuidado com spam, aplicativos e arquivos: Ensine-os a não confiar nos links ou arquivos que pedem para serem baixados, em qualquer aplicativo que chame a atenção e nem na publicidade que promete brindes ou que seja muito impactante e incentive o clique.

Você pode ler mais artigos semelhantes a Segurança na Internet para crianças, na categoria Diálogo e comunicação in loco.


Vídeo: GNR. Protocolo internacional na área da cibersegurança (Outubro 2021).