Valores

Cura feridas e sangramento em crianças


O que devemos fazer quando nosso filho é ferido ou queimado por uma fonte de calor? Saber cuidar de você e prestar os primeiros socorros é fundamental para evitar infecções.

O doutor Juan Jesus Hernandez, responsável pelo Plano de Saúde da Secretaria de Saúde e Socorro, Cruz Vermelha, explica tudo o que precisamos saber para cuidar de feridas e queimaduras em crianças.

Como podemos curar uma ferida profunda em uma criança em casa ou parar de sangrar até que chegue a assistência médica?
O procedimento de ação que temos em Cruz Vermelha é: proteger, alertar, ajudar (PAS). Isso significa que em caso de ferida profunda ou sangramento significativo, a primeira coisa a fazer é tornar o local onde estamos seguros, por exemplo, se a criança se cortou com um vidro quebrado, a primeira coisa é retirar o cristais. Posteriormente chamaremos o serviço de emergência se a gravidade exigir, e então poderemos atender nosso filho.

Devemos ter em mente que o sangramento pode colocar a vida da pessoa em perigo e, se não conseguirmos controlá-lo, devemos sempre fazer o atendimento de emergência ou encaminhar ao hospital. Quais são essas medidas?

Primeiro, aplique pressão direta no foco da hemorragia, levando em consideração que o primeiro curativo ou a primeira gaze que colocarmos na pele nunca retiraremos, pois é possível que esteja se formando um coágulo e ao retirar aquele primeiro curativo ainda poderíamos aumentar o intensidade do sangramento. Portanto, se ficarmos encharcados de sangue, acrescentaríamos outro curativo ao inicial que já vestíamos.

Nas extremidades, é conveniente aumentar a eficácia de nossa pressão, fazendo um levantamento de membro acima do coração, o que também nos ajudará a controlar o sangramento. A pressão pode ser feita no ponto de controle arterial, tanto no braço quanto na virilha e na raiz dos membros. Se com a elevação não conseguimos controlar o sangramento, se continua saindo sangue, se a criança começa a ficar taquicárdica, suada ou muito pálida, devemos transferi-la para o posto de saúde.

Da mesma forma, uma ferida fora do comum, sempre deve ser avaliado por uma equipe de saúde, e limpos e curados pela equipe de enfermagem. Com tudo o que o bom senso nos diz que é fora do comum, sempre a melhor ideia é transferirmos a criança para um posto de saúde.

Qual é a aparência de uma ferida quando infectada?

As feridas infectadas parecem feias, as bordas estão inchadas e o ambiente da ferida pode ficar vermelho. É muito comum que isso ocorra em feridas que apresentam bordas quebradas, com reentrâncias, projeções e reentrâncias, em que é mais fácil o aparecimento da infecção, pode até haver um inchaço em toda a pele que circunda essa ferida, e se evoluiu mais nesses dias, pode até parecer que a destruição do tecido, que acúmulo de glóbulos brancos mortos, que é pus, que em alguns casos, podemos notar que está saindo das bordas ou do leito da ferida.

Como podemos saber se uma ferida precisa de pontos e se a criança precisa ser levada ao hospital?

A decisão de suturar uma ferida sempre tem que vir da equipe de saúde. Em casa, podemos pensar que uma ferida necessita de sutura quando há separação significativa das bordas da ferida, principalmente e muito frequentemente, quando são incisões, o que pode ser feito com um material cortante como o bisturi.

As feridas que sangram também podem exigir pontos. Tenha em mente que, uma ferida após 4 a 6 horas após ter sido produzida nunca pode ser suturada. Portanto, se suspeitarmos que a ferida da criança precisa de sutura, é melhor irmos rapidamente a um centro de saúde.

O que nunca devemos fazer ao cuidar de uma ferida ou queimadura em uma criança?

Talvez o mais frequente seja o uso de um anti-séptico como substituto de uma boa lavagem. Quando temos uma ferida, a primeira coisa é lavá-la bem. Essa lavagem com água e sabão é fundamental para tratar a ferida, tudo o que fizermos depois vai nos ajudar, mas não pode substituir essa lavagem.

Em geral, uma falha comum é usar tratamentos farmacológicos com crianças dentro do que é um tratamento de feridas. Medicamentos antibióticos ou pomadas, por exemplo são tratamentos que devem ser prescritos por pessoal médico e que os pais ou tutores das crianças não podem decidir se deve ser administrado.

Você pode ler mais artigos semelhantes a Cura feridas e sangramento em crianças, na categoria Primeiros Socorros no local.


Vídeo: O que Fazer se a Criança está a Sangrar do Nariz? Pediatra Online. Universo do Bebé (Outubro 2021).