Valores

Mitos sobre sapatos e pés infantis


Nunca recebi tantos conselhos da minha mãe como no que diz respeito aos sapatos das minhas filhas: sempre sapatos de couro, não ande descalço, tênis esportivos eles vão deformar os pés ...

É engraçado como estes mitos Eles foram passados ​​de geração em geração, então é hora de quebrar alguns deles.

Vamos a quebrar mitos sobre sapatos e pés infantis!

Desde a época da minha avó, tive que ouvir dezenas de pontas Em relação aos sapatos que eu deveria comprar para elas aprenderem a andar bem, porém, quando fui à sapataria a vendedora me aconselhou o contrário, enquanto as outras mães tiveram opiniões bem diferentes.

Vamos a refutar certos mitos no que diz respeito aos pés das crianças e aos sapatos que devem usar.

Os conselhos que os podólogos dão sobre calçados infantis e seus mitos.

1- Não deixe a criança andar descalça. Falso. O oposto. É altamente recomendável que o bebê dê os primeiros passos e aprenda a engatinhar descalço, portanto, esqueça os sapatos e as meias engatinhando, a menos que seja para evitar escorregar.

As crianças têm contato com o mundo ao seu redor por meio do toque, e isso inclui as informações produzidas ao andar descalço.

Mas, além disso, o pé precisa usar todos os seus músculos, então andar descalço favorece esses músculos e o fortalece.

2- Melhor começar a andar com botas que apoiem o tornozelo. Falso. O melhor é usar um calçado abaixo do tornozelo, com sola flexível e controle de bumbum.

O calçado deve facilitar ao máximo os músculos do pé, mesmo aqueles pequenos músculos que ficam por dentro. Se comprarmos um sapato duro, de fato a criança vai andar melhor com ele, pois o sapato vai vai segurar, mas ao retirá-lo, a criança terá menos estabilidade porque os músculos do pé não estarão suficientemente desenvolvidos.

3- Melhor um sapato de couro do que um tênis. Falso. É verdade que calçados de plástico causam suor excessivo no pé da criança, por isso devemos evitá-los, pois causam fungos e desconforto no pé, mas atualmente alguns calçados esportivos possuem tecidos que deixam pé suado perfeitamente, ainda melhor do que a pele. Os calçados esportivos geralmente são macios e permitem a liberdade de movimentos dos pés, tornando-os saudáveis; o que você não deve fazer é colocar sempre os mesmos, já que os sapatos precisam respirar.

4- Melhor com um pouco de salto. Falso. O salto encurta os músculos da perna, de modo que quanto mais plano for o sapato, melhor, melhor.

5- Usar o sapato é normal. O desgaste do calçado é normal se feito no fora do pé, já que é a primeira parte do apoio do pé, mas se esse desgaste for do lado de dentro é porque tem uma pegada ruim e temos que ir ao podólogo. Este tipo de piso causa lesões e dores nos joelhos.

6- Crianças pequenas têm pés chatos. Certo. Crianças de até 4 ou 5 anos têm a sola do pé mais achatada, mas isso está corrigido. Aos 5 anos, se ele tiver pés chatos, devemos levá-lo ao pedicuropois isso tem consequências prejudiciais para o joelho, sobrecarrega as panturrilhas e a parte superior da perna e causa aumento instabilidade.

7- Joanetes são hereditários e nada pode ser feito contra eles. Falso. Embora haja uma tendência genética, elas podem ser evitadas se formos ao podólogo quando crianças, pois se desenvolvem devido a uma pegada ruim que geralmente pode ser corrigida.

Se tivermos que escolher sapatos que sejam tão flexível quanto possível, principalmente sob os dedos, ventilado e com atacadores, mas sempre que possível devemos deixar a criança caminhando descalça, seja em casa ou na areia da praia.

Você pode ler mais artigos semelhantes a Mitos sobre sapatos e pés infantis, na categoria Saúde no local.


Vídeo: Como CUREI minha FASCITE PLANTAR? Qual TÊNIS usei?? (Outubro 2021).