Valores

Coisas que podemos fazer para promover habilidades sociais em crianças


À medida que crescem, as crianças adquirem comportamentos sociais, no entanto, é muito importante que os pais ajudem a promover as habilidades sociais nas crianças.

É essa capacidade que lhes permitirá interagir com os outros, comunicar-se com eles e também com o seu ambiente. São habilidades aprendidas naturalmente desde os primeiros estágios da infância, mas que nós, pais, podemos estimular e encorajar.

Quando penso em altruísmo ou comportamentos pró-sociais, um filme inspirador chamado "Cadeia de favores”. Se você ainda não viu, recomendo que o faça. Nele, o significado de dar ou colaborar com o outro é perfeitamente retratado. Essa entrega desinteressada que nos leva a ir além de nós mesmos.

Um dos personagens do filme pergunta a seus alunos: O que o mundo espera de você? O que você faria para mudar o mundo? " Essas perguntas provocam um forte impulso em um jovem estudante que decide começar a gerar favores significativos para estranhos. Esses favores significativos são precisamente o que os pesquisadores chamam de comportamentos pró-sociais, que são todos comportamentos sociais positivos realizados para o benefício de outra pessoa. São eles que precisam prestar atenção aos nossos filhos.

Esses comportamentos têm uma ligação importante com o desenvolvimento cognitivo e moral. Por esta razão, algumas crianças de 2 ou 3 anos têm dificuldade em pegar seus brinquedos emprestados ou mesmo alguma greve, porque esse fato é uma demonstração de seu processo de crescimento. Além de evitar essas ações, o importante é saber orientar esse comportamento hostil, mostrando que não se pode prejudicar o outro e que é importante compartilhar.

Por meio desse discurso, aos poucos As crianças serão capazes de incorporar normas que estão dentro do que é conhecido como desenvolvimento moral. Este processo de nossa mente corresponde a uma sequência progressiva de períodos que, com o tempo, mudam conforme o desenvolvimento cognitivo aumenta. Para deixar mais claro, vejamos este exemplo: para uma criança de 5 anos, roubar é ruim e sempre será. Porém, para um adolescente, roubar às vezes não é ruim, porque talvez o indivíduo tenha roubado para alimentar sua família. Seu desenvolvimento moral mudou de mãos dadas com seu crescimento.

Como pais, o que podemos fazer para aumentar e melhorar os comportamentos sociais das crianças?:

1. Eduque pelo exemploÀ medida que as crianças vêem que a história dos pais é consistente com suas ações, há um efeito positivo quando elas desejam imitar esse comportamento. Vale lembrar que a linguagem não verbal tem mais repercussões do que a verbal de acordo com várias investigações sobre o assunto. Se seus filhos o virem com comportamentos pró-sociais, é mais fácil para eles fazerem isso também.

2- Evite o sermão e dê preferência à inspiração. Pode ser que alguns pais confundam sermão com motivação. A neurociência sabe que, à medida que ficamos animados, podemos incorporar melhor o aprendizado. Portanto, a ideia é encontrar as palavras certas e o momento certo, para que as crianças se inspirem a realizar comportamentos altruístas. que não é da imposição senão da plena liberdade e inspiração nos perguntamos: O que é a inspiração quando queremos ajudar outra pessoa?

3- Use um estilo disciplinar indutivo ou democrático. Ou seja, as regras são explicadas, refletem com as crianças sobre a importância da existência delas. Desta forma, convidamos os nossos filhos a saberem discernir o que é bom e o que é mau, a conhecer as consequências negativas dos seus atos e, sobretudo, a saber qual é o papel que esta determinada regra cumpre dentro de casa, o que é a sua razão fundamental.

4- Ensine seu filho a pedir ajuda quando ele precisar. Incentiva o trabalho colaborativo e em equipe, porque nem sempre podemos fazer tudo. Às vezes, pedir ajuda é um sinal de grandeza. Assim, educamos na consciência dos limites pessoais,

5- Estimular o autocontrole, para que nossos filhos possam controlar suas emoções negativas, como a raiva, já que às vezes pode levar a comportamentos agressivos para com os outros ou até mesmo para consigo mesmos. É essencial usar ferramentas como meditação ou atenção plena para canalizar a agressão. É crucial que, como pais, possamos evitar gritos ou comportamento raivoso, porque crianças e adolescentes aprendem por meio do processo de imitação. Se eles virem que não somos capazes de controlar nossas emoções de maneira adequada, a possibilidade de que façam isso é quase nula. Para evitar isso, é recomendável que, como pais, tenhamos espaços de autocuidado, onde as emoções possam ser acalmadas e acalmadas.

Seguindo essas práticas, com certeza nos transformaremos como a professora que inspirou a protagonista da "Cadena de Favores". A criança poderá ver em nós uma chama que nos convida a incendiar o mundo pela generosidade e respeito pelo outro. E assim seremos, junto com nossos filhos, luzes -como as das lanternas- que guiam as ações dos outros.

Você pode ler mais artigos semelhantes a Coisas que podemos fazer para promover habilidades sociais em crianças, na categoria de Conduta no local.


Vídeo: 2 Passos Para Melhorar Sua Habilidade De Comunicação. PERSUASÃO. THIAGO BURIGATTO (Outubro 2021).