Valores

Com 'Mammi' não vamos mais sofrer durante as mamografias


O que são boas notícias? Quando ouvi, não pude acreditar. Por último, foi criado um novo sistema de detecção do cancro da mama, que representa um avanço na área da ginecologia e no que se refere ao cancro da mama que só em Espanha atinge mais de 15 mil mulheres por ano. 'Mammi', como esse novo sistema foi batizado, é capaz de identificar tumores tão pequenos quanto a cabeça de um alfinete.

As vantagens deste novo sistema de mamografia são enormes. Além de ser capaz de diagnosticar o câncer de mama até um ano antes do equipamento usado atualmente, Mammi também:

- Vai diminuir os falsos positivos, ou seja, os casos que acabam sendo mal diagnosticados.

- Terminará com o esmagamento ou compressão longitudinal e distal das mamas e, portanto, com a dor e o sofrimento incômodos.

- Terá uma maca com dois orifícios para que a mulher, deitada de bruços, possa inserir os dois seios, que ficam pendurados

- Terá menos irradiação

- Ao suspender o tórax pela força da gravidade, um anel é ajustado à base da mama e às costelas, que permite detectar se há tumores também nesta região.

- Oferece detecção mais segura de um possível tumor.

Espera-se que com essa nova tecnologia a taxa de sobrevivência do câncer de mama possa chegar a 100 por cento, por meio da detecção do tumor em um estágio bem inicial. Dos 200 tipos de câncer existentes, o que causa maior mortalidade entre as mulheres é o câncer de mama, principalmente entre aquelas entre 35 e 54 anos. Cerca de 400 mil mulheres morrem de câncer de mama anualmente no mundo.

Por esse motivo, a detecção precoce é a melhor forma de reduzir essa mortalidade. Um diagnóstico precoce de câncer pode reduzi-lo em mais de 80 por cento. Mammi é um projecto realizado por cientistas da Universidade Politécnica de Valência, do Conselho Superior de Investigação Científica, do Centro de Investigação e Tecnologias Energéticas Ambientais e do Instituto de Biomecânica de Valência, em colaboração com centros de investigação europeus, no âmbito do Programa "Combate ao Cancro da União Europeia".

Quando minha filha tiver idade suficiente para fazer uma mamografia ou um raio-x dos seios, ela certamente sofrerá muito menos do que eu. Fico feliz por ela e por todas as mulheres, que a partir dos 40 anos, têm que fazer mamografia periodicamente.

Você pode ler mais artigos semelhantes a Com 'Mammi' não vamos mais sofrer durante as mamografias, na categoria Câncer no site.


Vídeo: Formação da Imagem (Dezembro 2021).