Valores

Alimentos para esportes infantis


Em qualquer dieta, seja infantil ou adulto, é conveniente incluir alimentos saudáveis ​​e variados. Em caso de crianças de esportes, Ao se exercitar mais, você queima mais calorias e suas necessidades nutricionais são maiores. Porém, é preciso levar em consideração o número de horas e a intensidade da atividade que a criança realiza e, claro, que cada criança é diferente.

Embora os macronutrientes, proteínas, carboidratos e gorduras sejam importantes, não é aconselhável se inclinar para dietas ricas em algum deles, mas continuar mantendo a proporção usual de uma dieta balanceada.

Proteínas: O excesso de proteína, em particular, pode causar grandes danos aos rins.

O cálcio: Em relação aos micronutrientes, dois minerais são de grande importância, o cálcio e o ferro. O cálcio, presente nos laticínios como leite, queijo ou iogurte, ajuda a fortalecer os ossos e, assim, minimizar as chances de quebra em casos de atividade extrema. Vegetais com folhas verdes, como espinafre ou acelga, também são fontes de cálcio, que também fornecem muitas vitaminas.

O ferro: O ferro, por sua vez, desempenha um papel essencial na oxigenação das células. Como um componente-chave da hemoglobina no sangue, o ferro ajuda a transportar oxigênio dos pulmões para todas as partes do corpo, incluindo os músculos. Sua falta se traduz, portanto, em cansaço e fraqueza em geral. Embora seja surpreendente, o ferro também é um dos minerais mais perdidos no suor, como o sódio e o potássio. Outros minerais também são perdidos, como o magnésio, cuja ausência pode causar cãibras musculares, pois intervém na transmissão do impulso nervoso.

É importante, de acordo com isso, incluir na dieta do atleta alimentos ricos em ferro, preferencialmente aqueles de fácil absorção, como as carnes vermelhas. Ferro e magnésio também são encontrados em vegetais de folhas verdes, legumes e nozes.

Vitamina C: Esse ferro, entretanto, é mais difícil de ser assimilado pelo corpo, pois precisa ser transformado para sua absorção, um processo facilitado pela vitamina C. Para ajudar o corpo a recuperar energia e oligoelementos perdidos após o esforço físico, uma boa dose de vitamina C e um bom punhado de nozes são ideais.

- Não é saudável evitar grupos de alimentos ou inclinar-se para o jejum ou pular refeições, pois pode causar problemas nos níveis de glicose no sangue, e a glicose é vital para os músculos e para o cérebro.

- Ao aumentar a transpiração, as chances de desidratação também aumentam, então beber antes, durante e após o exercício é muito importante. A bebida mais recomendada, por ser a que mais hidrata, é a água, embora a combinação de água com suco de frutas possa ter suas vantagens, pois fornece uma pequena dose de açúcar, além de vitaminas e minerais. Evite todas as bebidas carbonatadas e preparações esportivas, pois fornecem quantidades desnecessárias de açúcar ao corpo.

- É recomendavel comer 2 a 4 horas antes de exercícios físicos intensos. Com o estômago cheio, o corpo usará grande parte da energia na digestão, deixando menos energia para a atividade física. Além disso, é aconselhável evitar a ingestão de alimentos com carboidratos de rápida absorção, como sucos ou doces, pois a princípio fornecem muita energia, que se esgota rapidamente, deixando uma sensação de cansaço nada agradável.

Você pode ler mais artigos semelhantes a Alimentos para esportes infantis, na categoria Nutrição Infantil no Local.


Vídeo: Música Infantil Alimentos Saudáveis #musicainfantilgospel #ministerioinfantil #comidasaudavel (Dezembro 2021).