Valores

Alimentos congelados para crianças: sim ou não?


Os alimentos frescos e sazonais são ideais para alimentar os mais pequenos da casa, pois devido ao seu estado natural de maturação, contêm o máximo de micronutrientes que podem ser encontrados nesse alimento.

Porém, principalmente frutas, verduras e legumes, começam a perder nutrientes a partir do momento da colheita. Podemos considerar alimentos congelados para crianças em tal caso?

Observa-se frequentemente que as frutas e verduras a que temos acesso de forma ordinária no mercado e que são vendidas como frescas, foram colhidas pelo menos 3 ou 4 dias antes de sua chegada ao ponto de venda, portanto as qualidades nutricionais delas diminuíram nesse período de tempo, principalmente as vitaminas hidrossolúveis, como a vitamina C ou o ácido fólico, que são extremamente sensíveis às variações de luz e temperatura.

Embora não haja tradição de congelamento de vegetais e verduras em muitos países, Sim, podem ser adquiridos ultracongelados em grandes lojas, o que pode ser uma boa opção caso não tenhamos planos de consumi-los na hora da compra.. As frutas, por outro lado, são muito mais difíceis de encontrar, ao contrário de outros países onde frutas vermelhas ou algumas frutas exóticas congeladas são encontradas em todos os supermercados.

No que se refere à carne e ao peixe, embora possam ser comprados congelados, às vezes você deseja mantê-los em casa, congelados, quando são adquiridos frescos, caso em que estas dicas podem ser úteis:

- Congele imediatamente no momento da compra, modificando o mínimo essencial na embalagem do produto. Se preferir congelar em porções, é melhor pedir à peixaria que faça ela própria as fatias e que já não temos mais nada para colocar no congelador. Quanto menos tocamos no produto, menos contaminação estamos adicionando.

- Coloque-o na bandeja de congelamento rápido se temos, ou na falta disso, na gaveta mais fria do freezer até congelar completamente.

- Respeite os tempos de congelamento. Um produto adquirido ultracongelado não é o mesmo que um congelado em casa, pois existem certos processos de degradação de nutrientes que não poderemos interromper com o congelamento doméstico. Dependendo da qualidade do freezer e da temperatura que atinge, cada produto pode ser armazenado por um período de tempo, variando entre 1 e 3 meses como regra geral.

- Para cozinhar alimentos, a opção mais segura é o seu descongelamento completo na geladeira. Esse processo pode levar até 24 horas (mais ainda dependendo do tamanho da peça), e deve ser feito na parte mais fria da geladeira, que geralmente coincide com a parte mais próxima do freezer. Se essas premissas de congelamento e descongelamento forem respeitadas, é microbiologicamente seguro recongelar os alimentos crus e após o cozimento.

Você pode ler mais artigos semelhantes a Alimentos congelados para crianças: sim ou não?, na categoria de Cozinha com crianças no local.


Vídeo: Jak ugotować i przechowywać ciecierzycę? Przepis na ulubiony hummus moich dzieci. (Dezembro 2021).