Valores

Truques infalíveis para não perder a paciência com seus filhos


Isso pode acontecer com todos nós em um determinado momento. Você está preparando o jantar, uma criança grita, a outra chora, o telefone começa a tocar ... São aqueles momentos em que a adrenalina dispara, o estresse atinge níveis inimagináveis ​​e a raiva nos invade.

Tornamo-nos uma espécie de trem sem freios: desligamos a cozinha, desligamos o telefone, batemos a porta e gritamos feito loucos com as crianças. A situação nos fez perder a paciência e talvez tenhamos ido mais longe do que gostaríamos. Naquele momento de arrependimento, você pensa que nunca mais vai acontecer com você e ainda assim acontece. Como parar? Esses Truques infalíveis o ajudarão a não perder a paciência com seus filhos.

Vamos partir do princípio de que os pais não são perfeitos, a gente carrega o peso da responsabilidade, trabalha fora e dentro de casa, a educação dos filhos, problemas, angústia, estresse ... Tudo que essa mochila cheia faz, em Às vezes não nos aproximamos criar os filhos com a paciência de que necessita. Isso nos leva a gritar com nossos filhos, a dizer frases que prejudicam sua autoestima, a não dedicar o tempo necessário a eles e até, às vezes, a responder com violência, seja verbal ou física.

Eu me considerava uma pessoa com infinita paciência, era difícil me ver fora de minhas caixas e usei minha mão esquerda ao invés de ser mal educado com as pessoas. E falo no pretérito porque descobri quando me tornei mãe que filhos, meus filhos, são capazes de me fazer perder a paciência como nada ou ninguém no mundo. Como odeio esses momentos, tenho pesquisado, lido e analisado como evitá-los. Hoje eu compartilho com vocês estes truques infalíveis para evitar perder a paciência com as crianças:

1- Tempo limite
É o principal e o mais importante. Assim como fazemos as crianças pensarem, afaste-se do foco do problema para conseguir se acalmar e evitar explodir. Vá, conte até dez, coloque uma música que goste, respire fundo ... E, quando estiver calmo, volte ao foco do problema para colocar ordem. Nunca tente durante um momento de raiva ou grande raiva.

2- Dramatizar
Às vezes, os pais levam as coisas muito a sério e desejam controlar até os menores detalhes. Os pais que são muito exigentes tendem a exigir muito dos filhos. Devemos fazer um exercício de relaxamento, não dar tanta importância às coisas. Se a criança jogar um copo d'água na refeição, se ela quiser um saco de batatas, se ela chorar para ir ao parque ... isso é ruim? Talvez não tenham feito de propósito, talvez ele goste de lanches tanto quanto você, talvez ele só queira brincar ao ar livre ...

3- Use empatia
Já vi muitos pais esquecerem que já foram crianças. Eles se esqueceram de que rolaram sobre a cama, pularam poças de lama e usaram as tintas da mamãe para fazer um quadro. A empatia o ajudará a se colocar no lugar do seu filho, a lembrar como foi divertido fazer coisas que os adultos proibiam ou o quão importante aquela conversa com seu irmão lhe pareceu. E, um conselho, aplique o método da escuta ativa, ou seja, pare de repreendê-los de cima e desça ao nível deles, olhe nos olhos deles e entenda por que fizeram algo.

4- Não negocie ou discuta durante um momento de raiva
Se seus filhos estão batendo uns nos outros, se pintaram a parede da sala com canetinhas ou tentaram cortar o cabelo, separe-os, mande cada um para uma sala diferente sem dizer uma palavra. Os filhos dos tolos não têm cabelo e compreenderão imediatamente que nada fizeram de bom. Assim, voltamos ao truque infalível para manter nossos nervos número 1. Esse tempo longe das crianças lhe dará espaço para se acalmar e eles refletirem. Depois, terão que se desculpar com o irmão se o espancaram, limpar o que mancharam ou pagar o conserto do cabelo de seu cofrinho. São consequências educacionais.

5- Atividades antiestresse
As crianças às vezes são vítimas de nossos problemas e tensões. Ser feliz, sentir-se confortável e ser positivo nos ajudará a ter paciência como aliada. Cerque-se de pessoas felizes que lhe transmitem coisas boas, fazem exercícios físicos e liberam adrenalina, economiza um espaço de tempo, por menor que seja para você. Não somos apenas mães ou pais, somos também mulheres e homens, com nossas próprias necessidades. Se você se sentir bem, transmitirá esse bem-estar aos seus filhos.

E, se você está trabalhando muito e um dia não consegue colocar em prática esses truques infalíveis para não perder a paciência e se tornar o ogro que não quer ser, não perca muito tempo se chicoteando. Tente novamente, pratique repetidamente até ter sucesso. Em última análise, você faz isso para o bem de seus filhos.

Você pode ler mais artigos semelhantes a Truques infalíveis para não perder a paciência com seus filhos, na categoria de Conduta no local.


Vídeo: O que é Atena Educação??? - Apresentação do canal (Dezembro 2021).