Valores

Como ensinar aos seus alunos os diferentes tipos de bullying


Pelo termo assédio, entendemos o ato de irritar, assediar ou perseguir outra pessoa. É quando uma pessoa está gerando algum desconforto ou desconforto no outro. Em geral, quem assedia apresenta certa superioridade ou mais poder, seja pelo seu maior estado físico, superioridade mental, maior cargo ...

Esse ato também é conhecido pelo termo bullying. Um termo que ganhou popularidade nos últimos anos, mas esse fenômeno sempre existiu. E é um fato que pode ocorrer em diferentes contextos. No nosso siteExplicamos os tipos de assédio ou bullying que podem ocorrer no centro educacional.

É importante que o aluno tenha claro que existe um agressor agindo sobre a vítima, causando intimidação. O assediador gosta de se sentir superior ao assediado e se alegra com seu sofrimento.

Os tipos de bullying, segundo o National Center Against Bullying (NCAB, por sua sigla em inglês):

  • Bullying verbal: é quando o assediador expressa ou expressa palavras cruéis, ameaças, intimidações, insultos, piadas e frases exclusivas sobre a aparência, condição sexual, etnia, raça ou deficiência, por exemplo, da vítima. Por exemplo: "Antonio, você é um óculos gordo"
  • Bullying físico: caracterizado por comportamento intimidador ou agressivo por parte do assediador; incluindo bater, bater, chutar, beliscar, empurrar, tropeçar ... É o tipo de bullying mais conhecido. Por exemplo: quando uma criança em particular tropeça repetidamente no final de uma aula.
  • Bullying social ou relacional: É quando a vítima é excluída conscientemente dos outros, ou seja, o aluno é excluído por alguns colegas dos deveres de casa ou dos jogos escolares. Por exemplo: quando uma pessoa é ignorada, a ponto de torná-la invisível, alcançando seu isolamento.
  • Cyberbullying- Este é o tipo mais recente de bullying devido ao surgimento das mídias sociais. É o assédio ou intimidação produzido por meio de redes sociais, mensagens de texto e e-mails. O assediador espalha ameaças, mentiras, comentários inapropriados ou sexistas ... Por exemplo: quando alguém posta uma foto de outra pessoa em uma situação inadequada ou comprometedora.
  • Bullying sexual: segundo estudos, 1 em cada cinco crianças sofre ou sofreu abuso sexual, mesmo que seja difícil de acreditar. Ocorre quando a vítima é forçada a praticar atos que não deseja, recebe comentários obscenos ou é tocada em áreas íntimas. Por exemplo: Lucas toca na bunda de Laura e ela não gosta.

É importante que nós, professores, mantenhamos uma observação constante do comportamento de todos os alunos. Qualquer um pode ser vítima e qualquer um pode ser um perseguidor. Promover valores como respeito e assertividade, entre outros, pode ajudar a prevenir o bullying.

Por outro lado, o fato de o aluno sentir que no centro educacional possui pessoas de confiança, a quem possa contar suas preocupações, permitirá que compartilhe esses fatos, caso ocorram.

Você pode ler mais artigos semelhantes a Como ensinar aos seus alunos os diferentes tipos de bullying, na categoria Bullying no local.


Vídeo: Como ensinar leitura: VIII Seminário Alfa e Beto (Novembro 2021).