Valores

Relação entre o que a gestante come e o sexo do bebê


Existe relação entre o que a gestante come e o sexo do bebê? Um estudo de cientistas britânicos afirma que sim. A pesquisa afirma que as mulheres que seguem uma dieta de baixa caloria têm maior probabilidade de dar à luz uma menina. Em contraste, as mulheres que vivem sem alimentos leves teriam mais opções para gerar um filho.

O estudo, realizado pelas universidades de Exeter e Oxford, foi realizado com 740 mulheres britânicas que estavam grávidas pela primeira vez e que não sabiam o sexo de seus bebês. Seus hábitos alimentares antes e durante as primeiras fases da gravidez foram analisados. Eles então as dividiram em três grupos de acordo com as calorias que consumiram por dia e há quanto tempo estavam grávidas.

  • 56% das mulheres que consumiram alimentos com mais calorias na hora do parto deram à luz um menino.
  • E no grupo de mulheres que comeu menos calorias, apenas 45% deram à luz meninos.

Observou-se também que mulheres que tinham filhos ingeriam nutrientes cada vez mais variados, entre eles potássio, cálcio e vitaminas C, E e B12, que consumiam mais calorias na fase final da gravidez e não ficavam sem o desjejum.

De acordo com os cientistas, essa pesquisa explica por que cada vez menos crianças nascem em países industrializados, onde as mães tendem a seguir dietas de baixa caloria.

Seja como for, se você quer engravidar de uma menina ou, pelo contrário, prefere ter um filho, vale a pena tentar uma dieta baseada em calorias, certo?

Você pode ler mais artigos semelhantes a Relação entre o que a gestante come e o sexo do bebê, na categoria Dieta - cardápios no local.