Valores

7 segredos da educação oriental para criar filhos de sucesso


Você já ouviu falar do relatório PISA? É o Programa Internacional de Avaliação de Alunos, estudo que é realizado todos os anos e que mede o desempenho acadêmico dos alunos em matemática, ciências e leitura. É feito para comparar dados entre países e para melhorar as políticas educacionais, e este programa avalia o sistema ou o aluno.

Você pode imaginar quais países tendem a estar nas primeiras posições? Estudantes de países asiáticos como China, Japão e Coréia apresentam os melhores resultados. Esses são os segredos da educação oriental para criar filhos brilhantes e bem-sucedidos.

Certamente você está torcendo a cara pensando que talvez as crianças asiáticas sejam muito inteligentes, mas elas se concentram apenas no trabalho, estudo, desempenho e tarefas do dia-a-dia. Bem voce esta errado Os três pilares da educação asiática são:

  • Respeito pelos idosos.
  • Respeito por sua cultura.
  • Seja uma pessoa boa e equilibrada.

Na cultura asiática, estimular um relacionamento saudável e harmonioso com os pais é essencial para o desenvolvimento de uma criança saudável. Eles os educam com disciplina, mas também com independência. Isso lhes permite alcançar ótimos resultados acadêmicos e, posteriormente, no mundo do trabalho.

Para conseguir isso e também obter excelentes notas nas disciplinas escolares, os asiáticos realizam os seguintes métodos:

1- A primeira infância é essencial: As crianças, principalmente na primeira infância, devem receber amor, carinho e atenção, isso é uma prioridade. O contato físico é muito importante e não há problema em carregar o bebê constantemente, mesmo quando ele for um pouco mais velho.

2- Os pais devem ser um modelo: As crianças não são tratadas como pessoas sem razão ou compreensão e os pais, desde o início, procuram não só ser um modelo impecável para os filhos, mas também valorizam as suas opiniões ou ideias.

3- A experiência é a mãe da ciência: em vez de proibir constantemente o western, "não suba para cair" ... eles valorizam a experiência pessoal como parte do aprendizado. Se os filhos fazem algo perigoso ou ruim, os pais procuram direcionar sua atenção para outras coisas, pois entendem que as proibições matam a curiosidade da criança.

4- Outros antes de si mesmo: o respeito pelos outros é uma máxima da cultura oriental. As crianças desde muito novas são ensinadas a respeitar as pessoas, os animais e a natureza. Eles valorizam o bem-estar dos outros antes do seu próprio para o desenvolvimento de uma sociedade harmoniosa.

5- Boas maneiras primeiro, depois educação abrangente: Uma criança de 3 anos, além de saber boas maneiras e respeitar os outros, inicia uma dinâmica frenética de aprendizado. Eles podem ter aulas de inglês, desenho, canto ou música desde a infância. Tanto é que é comum que aos 4 ou 5 anos já saibam tocar um instrumento musical.

6- Autonomia precoce: crianças com 6 anos de idade podem ir sozinhas à escola. As mães não costumam acompanhá-los até a porta da escola. Entre 12 e 16 anos, a criança é considerada madura o suficiente para tomar decisões e enfrentar as consequências delas.

7- Linguagem e matemática desde a primeira infância: Nos países asiáticos, as crianças são ensinadas a escrever, ler e certos conceitos matemáticos simples desde muito cedo. Eles acreditam que ele desenvolve habilidades criativas e estimula o cérebro.

Você pode ler mais artigos semelhantes a 7 segredos da educação oriental para criar filhos de sucesso, na categoria de Educação Presencial.


Vídeo: O MAIOR ERRO DAS PESSOAS POBRES 3 Tapas de Realidade. Oi Seiiti Arata 105 (Outubro 2021).