Valores

7 ferramentas essenciais para educar uma criança sem punição


Quantas vezes duvidamos de um castigo? Ou a punição de repente para de funcionar e nosso filho continua 'no caminho errado'? É certo que devemos ensinar aos nossos filhos uma série de regras e limites que eles devem respeitar. Mas ... o que faremos se não o fizerem?

Oferecemos alternativas à punição que, de acordo com os defensores da educação ou disciplina positiva, funcionam como um encanto com as crianças. Experimente essas 7 ferramentas para educar uma criança sem punição e veja os resultados.

Fazer os filhos respeitarem as regras e limites pode ser uma tarefa complexa quando a personalidade de nosso filho tende a ser rebelde ou "desafiadora" em relação aos pais. Existem crianças mais submissas que aceitam muito bem a imposição de normas, mas ... O que acontece quando nosso filho tenta constantemente ultrapassar os limites? Nós o punimos? E como o punimos? Privando-o de um jogo? Para o canto do pensamento? Uma semana sem sair para a rua?

Os defensores da educação positiva veem a punição como a última alternativa. Antes, segundo eles, você deve tentar 'canalizar' a criança por meio de outras ferramentas. Você quer saber quais? Escreva estas 7 ferramentas essenciais para educar uma criança sem punição:

1. Crie rotinas. As rotinas ajudam a criança a saber o que fazer em todos os momentos. Por exemplo, se você criar uma rotina e seguir uma programação de almoço e jantar, será mais fácil explicar por que eles deveriam parar de jogar. Ele terá internalizado uma programação. As programações com pictogramas ou imagens ajudam muito, uma programação visual que você sempre pode ter à mão para consultar, em um local visível como a sala ou o seu quarto.

2. Oferece opções, mas limitadas. Não se trata de dar a nosso filho liberdade absoluta para escolher o que ele quer, mas sim de oferecer a ele mais de uma opção. Assim, você sentirá que sua voz também é importante e que suas decisões são respeitadas. Por exemplo: 'Você prefere sapatos pretos ou azuis?' - Você quer morango ou iogurte natural? Será suficiente que você ofereça duas opções. Ele deve escolher um dos dois.

3. Deixe-o ajudar e participar nas tarefas domésticas. Às vezes as crianças não fazem nada em casa porque a gente não dá escolha ... a gente acaba fazendo tudo sozinha. Nós limpamos, recolhemos suas coisas ... Por que não 'dar' a ele alguma tarefa simples que ele possa fazer em casa para que ele também se sinta útil? Você descobrirá quantos benefícios isso traz para ele e para toda a família. Seu filho sentirá que confia nele e isso o beneficiará no aumento de sua autonomia. Para você será um alívio ver que ele colabora em casa.

4. Mostre respeito por ele e você fará com que ele o respeite. O respeito é alcançado com respeito. Se você ouvir seu filho, deixe-o falar, ofereça-o para participar de tarefas, fique maravilhado com suas conquistas e parabenize-o ... Se você mostrar respeito por ele, com certeza ele vai pagar na mesma moeda.

5. Sempre com senso de humor. O pensamento positivo faz maravilhas. O senso de humor também. Não dê tanta importância às coisas banais e sim ao que realmente as tem. Dê sorrisos e risos ao seu filho, porque com senso de humor tudo funciona melhor. Teatro, ironia e exagero funcionam muito bem com eles. Por exemplo, imagine que seu filho não quer acordar para ir para a escola ... em vez de gritar com ele para se levantar agora, que tal você entrar fazendo o som de um robô e dizer algo como 'Oi, eu' m nono, o robô guindaste. Venho buscar as crianças com sono ... yuuuu '.

6. Empatia é a chave. Se você educar seu filho a partir da empatia e fazer com que ele também a desenvolva, terá um longo caminho a percorrer para que ele respeite as regras e limites em casa. Às vezes, as crianças não querem respeitar os limites simplesmente porque não entendem por que deveriam. Assim que eles perceberem que não é do seu agrado mas deve ser assim, que você também sofre quando tem que repreendê-los ... Eles ficarão mais conscientes da necessidade de respeitar esses limites.

7. Quilos e quilos de paciência. Pense que afinal seu filho é uma criança e que ainda está aprendendo. Deixe-o estar errado porque é a melhor maneira para ele aprender, por meio do erro. Sim, é cansativo porque não é uma, mas mil vezes que vai te desafiar, mas com muita paciência você vai finalmente vencer aquela 'batalha'.

Você pode ler mais artigos semelhantes a 7 ferramentas essenciais para educar uma criança sem punição, na categoria de Punições no local.


Vídeo: CENA XICA DA SILVADona Céu bate em Ana e Isabel (Outubro 2021).