Valores

Dói nas crianças crescer?


É verdade que as crianças têm dores de crescimento? Essa é a grande pergunta que muitos pais se perguntam. Principalmente quando seu filho chega reclamando de dores nas pernas. Houve um sucesso? Ou está crescendo?

Crescer dói, sim (embora alguns médicos argumentem que não faz mal crescer, mas sim que essa dor se deve ao excesso de atividade física). Mas a dor do crescimento é diferente de outras dores nos ossos e nas articulações.

Escreva as chaves para descartar qualquer outro problema que não tenha nada a ver com o crescimento de seus filhos.

1. Esse tipo de dor ocorre principalmente entre 4 e 8 anos. Eles são muito comuns. Estima-se que afetem 40% das crianças.

2. Eles estão localizados principalmente nas pernas e braços. Porque? É onde se encontram os ossos mais longos, que são os mais modificados com o crescimento ósseo.

3. Eles nunca são dores nas articulações (mais relacionado a doenças reumáticas). As dores do crescimento não ocorrem nos joelhos, pulsos ou tornozelos, mas na frente da perna ou nas panturrilhas.

4. Eles não dão febre.

5. Eles não causam inchaço, sem hematomas ou ferimentos externos. No caso de hematoma no local da dor, pode ser devido a um trauma.

6. É uma dor persistente e contínua, mas não é muito forte. A criança com certeza continuará correndo e pulando. Não é uma dor tão forte a ponto de pará-lo.

7. A dor dura de alguns minutos a algumas horas. Pode ocorrer várias vezes por semana em um mês. E ser administrado por dois ou três meses.

8. A dor do crescimento geralmente ocorre à noite, pois é quando os músculos ficam frios. Pode até acontecer que a criança acorde devido a esses desconfortos. Mas se a dor persistir pela manhã, depois que a criança tiver descansado, não é uma dor de crescimento.

9. Essas dores ocorrem mais na primavera e no verão, as estações mais propensas a 'lugs'. Você sabe porque? Porque é quando as crianças são mais ativas e praticam mais esportes.

10. Dor de crescimento cede facilmente com massagem na zona dolorida ou com analgésicos.

Para aliviar esse tipo de dor, você pode recorrer a analgésicos, mas se a dor não for muito forte, os remédios caseiros podem funcionar:

- Os banhos quentes combatem as dores nos ossos.

- Uma massagem na área dolorida.

- Alongamento muscular da área afetada.

- Panos quentes sobre a área onde a criança sente dor.

- É importante que você ensine seu filho a se alongar após a prática de qualquer esporte ou esforço físico. Esse hábito pode prevenir a rigidez e dores nas articulações.

Você pode ler mais artigos semelhantes a Dói nas crianças crescer?, na categoria Saúde no local.


Vídeo: ESSA MENINA TEM UMA VOZ MUITO LINDA!!! Andressa Vyctória e Helia Freitas Não pare - cover (Outubro 2021).