Valores

Os 10 nomes femininos mais populares dos anos 80 na Espanha


Os anos 80 na Espanha foram os anos de fitas cassete, filmes como 'Dirting Dancing', 'Back to the Future', ombreiras e polainas ...

Quanto aos nomes dos bebês, foi uma década que consolidou a mudança de tendência que já víamos começando nos anos anteriores. Os nomes compostos quase desapareceram da lista. Era hora de subir ao pódio em Laura (67.741), em Cristina (65.440) e em Mary (62.933), segundo dados do Instituto Nacional de Estatística (INE); e vemos que nomes como Patricia, Verónica ou Sara. Confira aqui os 10 nomes femininos mais populares dos anos 80 na Espanha.

Os anos 1980 foram os anos em que a Espanha experimentou uma modernização crescente e a tradição religiosa começou a ser abandonada. Se esta foi sua década favorita, não pare de ler a seguinte lista com os dez nomes femininos mais populares dos anos 80:

1. Laura: É um nome com origens diversas, entre as quais se destacam o latim e o grego. Em latim, é atribuído à palavra "laurus", que significa "louro"; e em grego, para 'daphne', com o mesmo significado. Por ello, el nombre sería traducido como “victoriosa” o “aquella que es coronada con hojas de laurel”, ya que en la Antigua Grecia, a la gente honorablemente victoriosa se la coronaba con una corona de laurel, tradición que también fue adoptada por os romanos. Existem também hipóteses que relacionam o nome ao eslavo ‘lavra’, que significa “mosteiro”. O dia do seu nome é comemorado em 19 de outubro.

2. Cristina: de origem grega. Sua etimologia é encontrada na palavra 'Christos' e seu significado é "o fiel seguidor de Cristo", daí sua personalidade tradicional. Foi popularizado na época das Cruzadas, pois muitas rainhas ou nobres foram nomeadas por sua importância religiosa. Seus santos são 24 de julho.

3. Maria: vem do hebraico e seu significado e etimologia (é sinônimo de Miriam) são altamente debatidos. Levando em consideração a etimologia egípcia, viria de ‘maryam’, que significa "senhora de Deus, elevada, eminente". Maria é a mãe de Jesus e, portanto, seu componente religioso é responsável pelo fato de que hoje muitas mulheres ao redor do mundo o incorporam como nome primário ou secundário. Seu santo é celebrado em 1º de janeiro como Santa Maria, Mãe de Deus; em 19 de maio, como Mãe da Igreja; ou 15 de agosto, como La Asunción.

4. Marta: de origem hebraica que significa "senhora". Ainda assim, tem outro significado na língua acadiana (língua semítica extinta dos assírios e babilônios) que é "filha". É também um nome especialmente ligado à religião, uma vez que existem vários personagens na Bíblia que são chamados dessa forma. Seu santo é comemorado em 29 de julho.

5. Patricia: de origem latina que significa "o que é patrício ou nobre", "mulher de linhagem nobre". Amplamente utilizado na Roma Antiga (os 'patricii' eram a classe privilegiada à qual podiam pertencer apenas as pessoas descendentes da 'raça pura' romanos), caiu em desuso quando a cidadania romana foi concedida ao 'povo inferior', pessoas de outras cidades. Ele se recuperou novamente pouco antes da Idade Média. O dia do seu nome é comemorado em 25 de agosto.

6. Maria del Carmen: ambos os nomes são de origem hebraica e formam um nome composto muito popular nos países de língua espanhola. Significa "amado de Deus, cheio de graça" ou "jardim de Deus, vinha de Deus". Maria é o nome da mãe de Jesus e seu uso no mundo ocidental é muito comum porque foi carregada pela Virgem. Carmen remete-nos para a invocação de Nossa Senhora do Carmelo ou Virgem do Carmelo, venerada pelos Carmelitas, os eremitas que povoavam o Monte Carmelo, palco da crucificação. Quando o abandonaram devido à invasão árabe, a Virgem apareceu-lhes e prometeu tornar-se estrela do mar, razão pela qual é a padroeira dos marinheiros. A ópera 'Carmen' de Georges Bizet tornou este nome ainda mais popular. Seu santo é 16 de julho.

7. Rachel: Vem do hebraico e seu significado é "as ovelhas de Deus", embora também possa significar "que ela é uma mulher com critérios para governar". É um nome, com forte tradição religiosa, que evoluiu ao longo da história, até ao presente. Raquel, a esposa de Jacó no relato bíblico, era a mãe de José e Benjamim, dois dos doze filhos de Jacó que deram origem às doze tribos de Israel. O dia do seu nome é comemorado em 2 de setembro.

8. Beatriz: Vem do latim (‘Benedictrix’ ou ‘Beatrix’) e tem vários significados, como “mulher feliz”, “cheia de beatitude” ou mesmo “Abençoada”. Era comum entre os primeiros cristãos em virtude de seu significado, referindo-se à felicidade celestial e da alma. Seus santos são em 29 de julho.

9. Veronica: Deriva do latim, de ‘Vero Icon’, que se traduz como "imagem verdadeira". Tem sua origem em uma lenda medieval, segundo a qual enxugou o rosto de Jesus a caminho do Calvário, deixando sua “verdadeira imagem” na tela. Com o tempo, tornou-se um nome próprio. Outra teoria se refere à sua origem grega, ‘Berenice’, que por sua vez vem de um dialeto macedônio, ‘Ferenike’, e significa "portadora da vitória". Seu santo é comemorado em 9 de julho.

10. Sara: de origem hebraica e significa “ministro, comando” e que pode ser interpretado como “princesa”. É o nome de um personagem bíblico, que aparece pela primeira vez no Gênesis. Sara era a esposa do patriarca Abraão, a quem deu um filho, Isaac, quando seu pai já tinha 99 anos. Sara também se destaca como serva de María Magdalena, conhecida como Sara la Negra e que, apesar de não ter sido canonizada oficialmente, é a padroeira dos ciganos. Seu nome é 9 de outubro.

Você pode ler mais artigos semelhantes a Os 10 nomes femininos mais populares dos anos 80 na Espanha, na categoria Nomes no local.


Vídeo: Nomes De Menina Exclusivos - Pouco Conhecidos (Outubro 2021).