Valores

Como acabar com o papel de 'bad boy' da casa


'Ele é um pedaço', 'um lixo', 'ele sempre se mete em encrencas', 'menino mau', 'ele é muito problemático' ... Quando em casa um de seus filhos é mais travesso, inquieto, curioso e temperamental, eles costuma ganhar uma série de selos que o acompanham por onde passa.

Você está querendo que ele mude seu comportamento, não faça truques aonde quer que vá, e você não sabe o que fazer. Vamos discutir como acabar com o papel de 'bad boy' na casa.

Você pode ter dois ou mais filhos, mas um deles se destaca dos outros porque é um verdadeiro encrenqueiro. Você não consegue parar de olhar para ele por um segundo porque ele está tentando pular do beliche pelo menos, está jogando brinquedos pela janela, colocando a mão no vaso sanitário ou se divertindo fazendo um mural com giz de cera na parede da sala . Vamos lá, o que vem a ser uma peça, um elemento da primeira divisão, a ovelha negra, um lixo como o topo de um pinheiro ... Pra dizer as cores.

Por que ele se comporta assim? O que fazemos de errado? Às vezes é só que a criança é mais ativa do que seus outros filhos, talvez ela esteja passando por um estágio difícil de adaptação, pode não saber controlar bem suas emoções ou que está tentando chamar a atenção para alguma coisa. E nesse processo, não há como escapar, ele ganhou o rótulo de 'bad boy' e, se não redirecionarmos a situação, ele ficará preso nela até que realmente acredite e assuma o papel que esperam dele: ser ruim.

Por que devemos acabar com o papel de bad boy em casa é claro: ele vai assumir, vai acreditar e vai agir como tal porque é o que os outros esperam que ele seja: mau. Agora vamos abordar a próxima questão, como acabar com o papel de ovelha negra da criança.

- O que acontece?: é a primeira abordagem que devemos fazer, não é sempre que uma criança é má pelo simples prazer de ser má. Por trás de seu comportamento existe um apelo desesperado, seja por atenção, seja por carinho, por ciúme ... Se a criança se sentir ouvida e cuidada, em vez de ser centro de críticas, gritos e punições, você vai encontre as soluções para o mau comportamento da criança.

- Não compare seus filhos: frases como 'veja, Juanito foi ótimo e você se comportou mal de novo'. Os pais acham que se compararmos um irmão com o outro, isso servirá de exemplo para se comportar melhor em outra ocasião e isso é um grande erro. Não funciona assim, as comparações prejudicam a criança, magoam e fazem-na pensar que nunca será tão bom e amado como o irmão.

- Mostre carinho e afeto: Sim, é difícil reagir com uma carícia e um sorriso ao encontrar a poltrona branca da sala pintada com todas as cores do arco-íris, mas quando você respirar e se acalmar, aproxime-se do seu filho e mostre-lhe o amor. Pesquisas e especialistas em psicologia e pedagogia infantil nos dizem que as crianças que recebem mais afeto são menos agressivas, enquanto aquelas que recebem mais gritos, tapas ou violência verbal tendem a reagir aos outros dessa forma.

- Destaque as qualidades da criança: Certamente ele não é apenas um 'bad boy', talvez ele também seja muito criativo, engraçado, amoroso ... Não seria bom nem justo se a única qualidade da criança fosse ser má. Ele reforça positivamente todas aquelas características legais que também fazem parte de seu ser.

- Não o culpe por tudo: Quando um dos filhos é mais travesso do que os outros, costuma ser repreendido pelo que faz, pelo que o irmão faz e, se ficar chateado, pelo vizinho do quinto. Nem sempre procure o mesmo culpado e pense que quando uma criança se mete em encrenca, outras pessoas também podem estar envolvidas.

- Prepare um gráfico de incentivos: uma boa ferramenta para mudar os maus comportamentos e reforçar os positivos.

Você pode ler mais artigos semelhantes a Como acabar com o papel de 'bad boy' da casa, na categoria de Conduta no local.


Vídeo: PIPA BAD BOY VAZADA NA SEDA PASSO A PASSO (Outubro 2021).