Valores

Adaptação passo a passo do bebê à escola


Nossa capacidade de se adaptar a novas situações não pode ser comparada aos recursos que um bebê ou criança tem para se adaptar.

Contamos com uma riqueza de experiências que nos permite adaptar-nos a novas situações, de forma mais confortável e controlada, mas as crianças pequenas não, terão que aprender muito cedo.

A capacidade de um bebê ou criança de se integrar em um novo ambiente depende de sua maneira de ser, mas também de como os padrões de sua adaptação se desenvolvem. Sair de casa e se integrar em um novo ambiente, com colegas que você nunca viu antes, com regras diferentes para aprender e em um lugar desconhecido, não é fácil. Para piorar as coisas, mamãe e papai não estão lá para ajudar.

Na primeira infância, tudo é novo para as crianças. E só nós, pais, somos os únicos que podemos ajudá-los com o apoio e a compreensão de que precisam em momentos como este. A integração da criança na escola deve ser feita de forma gradual, ou seja, passo a passo, sem pressa ou estresse. É muito importante respeitar os tempos e as exigências de cada criança em particular.

Para que seu filho se adapte bem à creche ou escola, principalmente se for a primeira vez que você o leva, é aconselhável seguir estas dicas que o ajudarão a superar essa situação com naturalidade.

1. Adaptação de tempo. No início, leve o bebê ou criança por apenas algumas horas para a creche e aumente gradualmente o horário. Lembre-se de que cada criança é única e precisa de seu próprio tempo.

2. Objetos de apego. Deixe que seu filho traga, se desejar, seu brinquedo favorito ou algo que lhe seja familiar e o mantenha unido à sua casa.

3. Despedidas rápidas. Evite prolongar excessivamente as despedidas. Você tem que transmitir segurança para a criança e evitar drama. Seu filho deve saber que daqui a pouco você virá buscá-lo e que o que está fazendo é o melhor para ele.

4. Motivação e incentivo. Depois de sair da creche, passe um tempo com seu filho, brincando com ele. É bom que você descubra que o que você faz no centro não é muito diferente do que você costuma fazer em casa. Incentive-o a compartilhar com você as experiências que aprendeu na escola. E isso mostra alegria e entusiasmo pelo seu progresso.

5. Entradas e saídas. É conveniente que a mãe ou o pai venha buscá-lo e buscá-lo. Essa rotina vai te dar segurança e, além disso, você vai se acostumar com a mudança mais cedo.

6. Contato direto. Sempre que julgar necessário, converse com o professor, professor ou educador sobre suas dúvidas, suas preocupações e sobre as mudanças que você observar na criança.

7. Atividades. Ela busca se informar sobre as atividades que estão desenvolvendo em sala de aula: cartões, novas músicas, épocas do ano, etc., para compreender e aprimorar seu aprendizado.

8. Evolução e etapas. Os aspectos da evolução da criança devem ser coordenados com os educadores (retirada da fralda ou chupeta) para que sejam realizados da mesma forma em casa e na escola.

9. Alimentos. Procure levar em consideração o que ele come todos os dias no jardim de infância, solicitando o cardápio, para lhe oferecer uma alimentação mais balanceada.

10. Atmosfera relaxante. Para uma melhor adaptação da criança à creche, é aconselhável que seu dia não comece com pressa ou estresse para sair de casa. Portanto, sem pressa pela manhã. Tente acordá-lo a tempo para que ele possa tomar um café da manhã tranquilo e ir sem estresse para a creche.

Você pode ler mais artigos semelhantes a Adaptação passo a passo do bebê à escola, na categoria Escola / Faculdade no local.


Vídeo: Chororô na creche (Outubro 2021).