Valores

10 nomes de meninos mais populares na primeira década do século 21


Novos nomes aparecem todos os anos que conseguem se tornar as favoritas dos pais na hora de encontrar a pessoa certa para nossos filhos. No entanto, existem outros, como os que iremos relembrar a seguir, que permaneceram no topo das listas de preferências por muito tempo.

Em nossa revisão da história dos nomes mais populares, hoje paramos na primeira década do século 21 para refrescar os nomes de meninos que eram então uma tendência. Estes são os 10 nomes de meninos mais populares na primeira década do século 21.

Os nomes do século XX refletiam uma tradição de sagas familiares: o masculino representava a continuidade da família, da propriedade, dos negócios e, portanto, o nome era mais determinado. Com a chegada do novo milênio, há novos tempos. Ar fresco e maior diversidade eles são vistos em nomes de crianças na primeira década do século XXI. Longe vão o Antonio ou o José para dar lugar ao Hugo ou ao Daniel e responder às novas modas (com um papel relevante da televisão) que entram em casa.

A seguir, lembramos os nomes de meninos mais populares nos primeiros anos do século:

1. Alexander: De origem grega, vem de 'alexios' ("colocar de lado", "rejeitar") e 'andros' ("homem"). Significa "aquele que rejeita o homem ou o adversário" e por extensão "homem defensor", o que acabou conduzindo a outros como "homem protetor" ou "grande salvador". É um nome histórico, de um personagem da Grécia Antiga que criou um império e dominou metade da Europa (Alexandre o Grande). Seus santos são muito variados, já que são 30 pessoas chamadas Alejandro que foram canonizadas.

2. Daniel: Vem do hebraico ‘Dan-El’, que significa "juiz" ou "justiça", portanto, sua tradução seria "Deus é meu juiz" ou "justiça de Deus". Daniel, filho de Jacó e Raquel, é um dos maiores profetas, muito valorizado em sua época pela sabedoria, pelo dom de interpretar sonhos e por suas ações exemplares em prol de causas justas. Sua história é famosa porque ele foi duas vezes condenado a morrer comido por leões.

3. David: de origem hebraica que significa “o amado e querido” ou “o escolhido de Deus”. Na Bíblia, uma das primeiras vezes que é mostrado é dando vida ao Rei de Israel, sendo um dos poucos reis eleitos pelos cidadãos. Ele é conhecido por derrotar o gigante Golias jogando uma pedra nele com sua funda e é considerado um herói para seu povo. A festa do santo corresponde ao dia 29 de dezembro.

4. Paul: de origem latina (‘paulus’) que existe desde a Roma Antiga e era um cognome de uma ilustre ‘gens’ (família) romana chamada Gens Emilia. Deriva do adjetivo ‘paulus’, que significa “pequeno” ou “homem humilde”. Sua prevalência no mundo cristão se deve ao fato de ser parente do apóstolo Paulo ou Paulo de Tarso. Seu nome é 29 de junho.

5. Adrien: de origem latina e variante de Adriano. Vem de ‘Hadrianus’, uma palavra latina que define a família natural de Hadria, uma cidade perto do Mar Adriático. Literalmente significa "aquele que vem do mar" ou "aquele que tem o mar próximo" e também "o menino de cabelos escuros. Seu santo é 5 de março.

6. Javier: A sua origem não é muito comum, e vem da língua basca (euskera) e significa mais aceite é “castelo”, embora outros destaquem uma pequena variante, “casa nova”. Sua popularização se deve a San Francisco Javier, natural de Navarra. Seu santo é 3 de dezembro.

7. Álvaro: de origem germânica, derivado de ‘alwar’, onde ‘todos’ significa “tudo” e ‘wers’, “prudência; ou ‘warja’, que significa “defesa ou proteção”. Assim, Álvaro será “aquele que é todo prudente” ou “aquele que é o defensor de todos”. Sua popularidade se espalhou na Idade Média. Seu santo é celebrado em 19 de fevereiro.

8. Sergio: não tem origem definida. A maioria dos historiadores pensa que vem do latim, 'Sergius'. Sua origem pode estar relacionada à tribo Sergia, uma das 35 tribos romanas. Sergio significa “o protetor”, “o guardião”, o que indica que o mais importante é proteger o que é seu e estar sempre perto de seus entes queridos. Seus santos são celebrados em 8 de setembro.

9. Carlos: É de origem alemã e significa "homem livre", embora alguns teóricos defendam sua ligação com o grego ‘gueraléos’ ("velho"), defendendo o significado de "homem maduro", "especialista ou sábio". É um nome muito popular devido ao seu uso comum nas tradições da casa real. Seu nome é 4 de novembro.

10. Jorge: Vem do grego ‘Georgos’, que é entendido como “agricultor”, “jardineiro” ou “aquele que trabalha a terra”. Tornou-se popular no século XI, na época das Cruzadas, devido à lenda de ouro de São Jorge, muito difundida nas cortes europeias do século XIII e popularizada por ser associada a um dragão. Seu santo é comemorado em 23 de abril.

Você pode ler mais artigos semelhantes a 10 nomes de meninos mais populares na primeira década do século 21, na categoria de Nomes para meninos no local.


Vídeo: OS 10 NOMES MAIS USADOS DE 2018 MENINOS (Dezembro 2021).