Valores

A importância do vínculo entre primos na família


Pais, irmãos, tios, avós ... todos eles têm um papel na família. Cada um tem um papel fundamental na construção de laços familiares sólidos, tudo sem esquecer os primos, que também ocupam um lugar muito importante na cadeia familiar.

E, embora os adultos da família sejam uma referência muito importante para as crianças, não devemos subestimar tudo o que aprendem com os primos. Para algumas crianças, seus primos são muitas vezes mais companheiros, mais amigos do que seus próprios irmãos.

Passar tempo e morar com primos é muito mais benéfico do que podemos supor. É uma sorte que os filhos mantenham esse vínculo e essa proximidade com os primos. Os primos são seus iguais, um espelho no qual se olhar e uma oportunidade de aprender a se relacionar melhor com os outros. É por isso que é muito importante que os pais fortaleçam e fortaleçam o vínculo entre os primos. Dizemos a você o que as crianças podem aprender com seus primos:

- Eles geralmente são seus primeiros amigos
Com eles compartilham confidências, experiências, risos, brigas e até mesmo, em ocasiões, férias, festas familiares, viagens, etc. Eles podem ser seus melhores companheiros de aventura.

- Eles aprendem valores uns com os outros
Mesmo que se vejam esporadicamente (nas férias ou nas celebrações familiares), com os primos, os filhos aprendem a perdoar, a partilhar, a ouvir, a ser amáveis ​​e generosos ... Ter primos implica ter que se adaptar a algumas normas sociais que o outro tem em casa. É uma interação muito necessária, pois incentiva a tolerância, o respeito e a paciência. As crianças podem aprender a se relacionar de forma assertiva e desenvolver habilidades de resolução de conflitos ao lado de seus primos.

- Manter um relacionamento para a vida toda
Se os pais trabalharem duro para criar laços entre primos, eles terão uma conexão para a vida toda, assim como acontece com os irmãos. Além disso, passar um tempo com os primos ajudará seu filho a se tornar mais autônomo. Você permitirá que ele coloque em prática tudo o que você lhe ensinou, sem sua supervisão. O tempo longe dos pais e com os primos proporcionará à criança autoconfiança e melhor auto-estima.

- Eles compartilham as mesmas memórias e emoções
A infância é um tempo que recordamos com saudade e para quem viveu conosco abrimos um buraco no coração que fica para sempre. Com os primos, os filhos vão compartilhar momentos de alegria e tristeza, de entusiasmo e raiva, e tudo isso será uma riqueza para sua vida emocional. Entre eles também é possível criar laços de fidelidade, confiança e apoio.

- Incentive encontros
Os pais devem tornar mais fácil para os primos se verem regularmente e, se possível, muito mais do que nas datas e celebrações indicadas.

- Conversar sobre eles
Se não for possível ter muitos encontros, devemos gerar a memória do primo vividamente na mente da criança, contando-lhe coisas que lhe aconteceram, por exemplo, como está indo na escola, se ela fez uma excursão , se ele deixou cair algo dente ...

- Manter o contato
Incentive-os a conversar ao telefone, chat ou computador, a distância não é um obstáculo para os primos se manterem em contato e conversarem um pouco.

- Propor escapadelas
Além de se reunir para ir ao cinema ou ao parque, você pode estabelecer o costume familiar de se encontrar com todos uma vez por ano. Pode ser um fim de semana em que todos saem de casa para uma escapadela divertida ou de férias.

Você pode ler mais artigos semelhantes a A importância do vínculo entre primos na família, na categoria Irmãos no local.


Vídeo: Vínculo familiar (Janeiro 2022).