Valores

O papel dos pais diante da falta de respeito dos filhos pelos professores


Falar no meio da aula sobre o videogame de moda, interromper a professora, 'deixar' o material em casa para realizar a atividade, respostas inadequadas à professora, confiar excessivamente, insultos, ameaças, etc. Todos esses comportamentos são vistos cada vez mais na sala de aula. São comportamentos que afetam muito a motivação profissional e o espírito do professor. A que se deve a falta de respeito das crianças aos professores? Que O papel dos pais para evitar isso?

Profissionais como os próprios professores e psicólogos concordam que essa situação foi alcançada devido à crise de valores que atravessa nossa sociedade. Uma comunidade em que 'valores tradicionais' foram colocados de lado para ceder e focar em valores que são 'bem vistos' hoje e que são baseados na competitividade, eficiência, egoísmo e, em última instância, orientado para a individualidade sobre o coletivo.

Muitos são os fatores que implicam a falta de respeito das crianças pelos professores. Entre eles podemos encontrar:

- Superproteção de crianças contra professores
Há uma proteção excessiva à figura do aluno, na qual ele recebe excessiva permissividade para fazer o que deseja. Isso, aliado às poucas ferramentas que o professor possui, torna muito difícil para ele ser respeitado.

- Excesso de permissão
Métodos de ensino muito distantes do autoritarismo de outrora conduzem a uma "horizontalidade" entre professores e alunos. Agora, buscam-se espaços onde a figura do professor seja acessível ao aluno. O problema é quando as crianças confundem esse termo e o papel do professor é distorcido e elas tentam se colocar no mesmo nível dos "colegas".

- O exemplo dos pais
Muitos são os casos em que os pais não concordam com as decisões acadêmicas do professor e os informam, tirando credibilidade. Existem até casos de agressão. Se os próprios pais não valorizam a figura do professor, tampouco o farão os filhos.

Quando antes falávamos de valores tradicionais não estávamos nos referindo à educação autoritária que prevalecia há alguns anos, onde o respeito era imposto ao invés de ser ensinado aos alunos. O que pretendemos é o retorno a um primeiro plano de valores que realmente ajudam na convivência entre as pessoas. São eles: esforço, educação, solidariedade e respeito pelo próximo.

A forma de recuperar esses valores é a partir de casa. Cabe aos pais orientar os filhos no respeito como valor fundamental da convivência. E essas são algumas das chaves a serem lembradas.

1. Seja um exemplo
As crianças aprendem com o que os adultos fazem. Assim, se os pais forem respeitosos e tolerantes com os outros, os pequenos aprenderão a sê-lo.

2. Que eles aprendam a se expressar
De casa, você pode conversar com diferentes pontos de vista. Desta forma, você pode aprender a se expressar com clareza e, ao mesmo tempo, aprender a respeitar as opiniões dos outros quando forem diferentes das suas.

3. Torne-os assertivos
As crianças devem respeitar os outros, mas não devem ser pisadas. Para isso, é importante que eles aprendam a ser assertivos.

4. Seja educado
É necessário promover que as crianças sejam amáveis ​​e que cumpram certas regras como dizer olá, pedir desculpas, oferecer ajuda, ter paciência, etc. São comportamentos que mostram respeito pelos outros e facilitam a convivência entre eles.

Bom negócio, mesmo que não haja 'sentimento'
Nem todos ao seu redor vão gostar deles, mas seus filhos devem aprender a respeitar e ter consideração pelos outros, mesmo que não se dêem bem com eles.

Você pode ler mais artigos semelhantes a O papel dos pais diante da falta de respeito dos filhos pelos professores, na categoria Escola / Faculdade no local.


Vídeo: Amor X Respeito. Pais e filhos (Novembro 2021).