Valores

6 boas razões para praticar a leitura dialógica com crianças


A leitura dialógica é um método ideal para inserir os mais pequenos no emocionante mundo da leitura. Fala-se muito desse método de ensino, mas você sabe o que é exatamente? Em nosso site, dizemos por que você deve começar praticar a leitura dialógica com as crianças. Um adiantamento, seu filho será quem lerá a história para você.

Podemos definir a leitura dialógica como uma leitura compartilhada entre adultos e crianças. O adulto, seja pai ou professor, deixa de ter o papel principal para se tornar ouvinte da história.

Se você pensa que é uma metodologia nova, você se engana, ela foi criada pelos doutores Longian e Whitehurst no programa Stony Brook Reading and Language em 1988. Este método é baseado em uma pesquisa exaustiva que teve como objetivo principal melhorar a compreensão de leitura de meninos e meninas, além de alcançar a motivação para a leitura desde cedo. Os resultados foram muito bem-sucedidos, de modo que hoje esse método de alfabetização ainda está sendo implementado em muitos países.

A leitura dialógica difere da leitura normal em a mudança de papéis. Como regra geral, o adulto lê a história e a criança escuta com a opção de fazer perguntas e comentários, se desejar. Porém, na leitura dialógica ou compartilhada, a criança gradativamente assume o papel de narrador, enquanto o pai ou professor é aquele que escuta atentamente a história que a criança lê ou descreve.

Para iniciar esta técnica, não é necessário que a criança saiba lerr, você também pode interagir contando o que vê nas ilustrações. Caberá então ao adulto fazer perguntas e comentários, ou seja, que atua como um guia, para fazer com que a criança (narradora da história) acompanhe a história com entusiasmo.

A teoria já ficou clara, agora é hora de ver como podemos colocar essa técnica em prática esta noite, quando chegar a hora da história. É muito simples, convide seu filho ou filha para ser aquele que vai ler a história para você. Se ele ainda não sabe ler ou está começando a ler e não tem vontade de ler a história inteira, diga-lhe para ler algumas palavras e contar a história à sua maneira com base no que vê nas fotos. Certamente ele não diz não para você! E o fato é que se há algo que uma criança gosta mais do que gostar de ler com os pais, é poder assumir o papel de narrador.

Se é uma nova história para seu filho, leia para ele primeiro para que ele possa confiar. Quando ele estiver pronto para contar a bela história do livro que vocês escolheram juntos, ouçam com atenção e façam perguntas simples (quem, quando, o quê, como e por quê). Quando você perceber que ele não sabe como continuar e, assim que terminar, poderá conversar baixinho sobre as coisas que aconteceram no livro. Ao mesmo tempo, esse método se propõe a sistematizar a interatividade, ou seja, no meio da história é possível mudar o papel do narrador-ouvinte quantas vezes forem necessárias.

Se você trabalha com leituras repetidas, a leitura dialógica oferece uma série de benefícios:

1. Criação de um ambiente lúdico que coloca a criança no centro da história, por isso se torna uma leitura ativa que gera um aprendizado muito rico.

2. Desenvolve a linguagem escrita e oral, ideal para crianças que estão começando no mundo das letras.

3. Maior consciência da narrativa, expressão e área fonológica.

4. Compreensão e consciência narrativa dos textos ao mesmo tempo que ocorre um maior desenvolvimento da linguagem.

5. Ótima aquisição de vocabulário expressivo e receptivo, principalmente em crianças de 2 e 3 anos.

6. Desenvolvimento de habilidades de pré-leitura.

Pronto para colocar a leitura dialógica em prática hoje?

Você pode ler mais artigos semelhantes a 6 boas razões para praticar a leitura dialógica com crianças, na categoria Leitura no site.


Vídeo: BAKHTIN - Gêneros Discursivos (Dezembro 2021).