Cozinha com crianças

Aprender a cozinhar, o melhor exercício de autonomia das crianças


A cozinha é o ambiente familiar por excelência; é o lugar onde a família se reúne para compartilhar, rir e saborear a comida juntos. Mas isso também propõe um exercício de autonomia para as crianças que estimula a sua independência e o seu carácter, qualidades de que necessitará no futuro e que quanto mais as praticar e tornar suas, melhor as competências de autonomia que poderão usufruir no futuro na hora de sair de casa.

Especialistas em pedagogia, como a renomada Maria Montessori, defendiam com fervor a importância da formar independência desde tenra idade, visto que é a melhor forma de os filhos se alimentarem e aprenderem com o mundo exterior, mas também a forma mais ideal e menos traumática de se desligar do núcleo familiar.

Para além do já referido, a cozinha pode ser um espaço para ensinar às crianças o respeito, o apreço pelas coisas, a poupança, a autoconfiança e a criatividade para todas as receitas que possam criar sozinhas no futuro. Habilidades mentais superiores, como atenção, concentração, resolução de problemas, raciocínio e memória.

Embora muitos descartem as complexidades da culinária, criar pratos requintados e bonitos requer seguir uma série de etapas ao pé da letra e fazê-lo com cuidado para obter ótimos resultados.

Em primeiro lugar, pergunte a eles para te acompanhar na cozinha enquanto você prepara suas refeições diárias. Apenas sentar e observar irá desenvolver neles a curiosidade de fazer o que você está fazendo.

Fale com eles sobre o que você está fazendo, por que está fazendo e com quais ingredientes está fazendo, assim eles podem se familiarizar com tudo o que podem encontrar na cozinha.

Em seguida, você pode incluí-los no preparo das refeições, selecionando os alimentos e ingredientes de que precisa, ordenando a área de cozimento, lavando os vegetais, escolhendo os utensílios, etc. Claro, eles devem estar sempre sob sua supervisão para evitar um acidente, mesmo com muito cuidado você pode pedir ajuda direta para cozinhar os alimentos.

É importante enfatizar que você deve conversar com eles sobre o respeito aos ingredientes e seu uso, a forma como devem cozinhá-los e os perigos que isso acarreta. Dessa forma, eles ficarão cientes do cuidado e da responsabilidade que devem ter.

Quais são os benefícios de incentivar as crianças a participarem nas tarefas da cozinha? Estes!

1. Eles formam autonomia
Como mencionei antes, uma das características principais e muito necessárias para se tornar independente é saber cozinhar. Portanto, representa uma habilidade que seus filhos vão valorizar no futuro, já que não precisarão depender de alguém para se alimentar.

2. Desenvolva autoestima
Ser capaz de fazer algo perfeitamente faz com que as crianças se sintam orgulhosas de si mesmas e acreditem que têm a capacidade de realizar qualquer coisa que se propuseram a fazer. Então você pode imaginar como preparar uma sobremesa deliciosa ou uma refeição caseira por conta própria e receber elogios por isso ajudará na autoconfiança deles. Mas também é o cenário perfeito para aprender com os erros, quando algo queima ou não dá certo e como corrigi-los.

3. Ative a criatividade
Com o tempo, as crianças podem se interessar em criar novas receitas, experimentar decorações e tomar decisões com diferentes técnicas de cozinha, despertando assim o seu lado criativo que podem pôr à prova noutras áreas da sua vida e que será muito fácil.

4. Ajuda o desenvolvimento psicomotor e sensorial
Como as ferramentas e os alimentos são constantemente manipulados que requerem toda a atenção e coordenação das mãos, a cozinha é um excelente campo de treino para desenvolver a motricidade grossa e fina, mas também ajuda a desenvolver as capacidades sensoriais, graças aos cheiros , texturas, mudanças de temperatura e localização do espaço ao qual devem se adaptar.

5. Eles apreciam as coisas melhor
Cozinhar nos torna tremendamente humildes e gratos pelo que temos e podemos fazer com tudo isso, para que as crianças tenham a oportunidade de desenvolver sua empatia, carinho e apreço pelas coisas, principalmente se isso mudar no futuro. Eles também têm a oportunidade de aprender a respeitar os mais velhos nas aulas que recebem, ter cuidado com o que fazem e tornar-se mais autoconscientes.

Portanto, aproveite qualquer oportunidade que tiver e leve seus filhos para a cozinha para serem pessoas independentes e com um futuro promissor.

Você pode ler mais artigos semelhantes a Aprender a cozinhar, o melhor exercício de autonomia das crianças, na categoria de Cozinha com crianças no local.


Vídeo: COMO FAZER BOAS APRESENTAÇÕES E FALAR EM PÚBLICO! - Débora Aladim (Dezembro 2021).