Escola

Prepare seu filho para a transição do primário para o secundário


Chega aquele momento em que é hora de dizer adeus ao estágio primário. Depois de passar seis cursos, aprendendo, aproveitando o melhor de cada um deles, começa uma aventura ainda maior: chegamos à fase secundária. Outro mundo, muitas mudanças. Outra etapa, novos desafios. Como podemos ajudar nossos filhos a fazer a transição do primário para o secundário?

Nesse novo caminho, pode-se dizer que as maiores mudanças são vividas e, portanto, surgem os piores temores por parte das famílias. Nesse sentido, como no início de algo que é novo, Recomenda-se transferir a tranquilidade das crianças, que se sintam acompanhados, mas protagonistas de suas experiências e aprendizados.

A verdade é que a adaptação a esta etapa educacional dependerá, em grande medida, do trabalho anterior que tenhamos feito sobre a educação integral de seus filhos: autonomia, responsabilidade, hábitos, educação em valores, disciplina ... Uma inculcação maior ou menor de Esses aspectos terão um impacto direto nas crianças.

Iniciar o estágio secundário envolve muitas mudanças: mais professores, mais matérias, mais tarefas a serem feitas, mais exames, etc. Tudo isso vai exigir, obviamente, um nível de disciplina e trabalho pessoal de seus filhos muito maior do que o experimentado até agora.

Requer mais perseverança, interesse, envolvimento e esforço. Aqui as famílias são parte fundamental, pois é preciso sempre mostrar o seu apoio, acompanhando cada sucesso e também diante das adversidades, que em muitos casos chegam ao final do primeiro período, visto que os resultados ou notas obtidos não correspondem aos que tiveram alcançados até agora. Que ninguém se assuste, é normal. Devemos dar algum espaço para adaptação, sem perder os nervos. Qualquer mudança leva tempo e neste caso é essencial.

O mais importante é desenvolver o hábito do trabalho diário: sempre no mesmo local, de preferência no mesmo horário, por um tempo estimado para realizar todas as tarefas pendentes e sempre acompanhado de uma agenda pessoal onde você anota tudo. Se esse hábito não for mantido e os horários não forem respeitados, o trabalho se acumulará e isso pode ter consequências negativas posteriormente.

Em todo esse processo de adaptação ao ensino médio, também é importante que seus filhos se sintam ouvidos e valorizados. Estão passando por muitas mudanças: hormonais, emocionais, acadêmicas, etc ... que, a grande maioria dos alunos, não saberá administrar sem o nosso apoio, tanto professores quanto familiares.

No nível da tecnologia, também é essencial usar o celular corretamente, se estiver disponível. Em muitos casos é um vício de tal calibre que acaba tendo uma influência muito negativa no desempenho acadêmico. O hábito de trabalho está se perdendo, os horários não são respeitados, há uma obsessão com o uso das redes sociais, etc. Nesse sentido, devem ser as famílias que controlam essas atitudes, pois se não forem bem administradas, as consequências são bastante negativas.

Outro aspecto interessante é o emocional. As crianças que vão para o ensino médio tendem a esconder suas emoções e sentimentos por medo da repercussão que isso possa ter com seus colegas em sua esfera mais privada. Aqui, a família desempenha um papel importante novamente, ter que trabalhar o diálogo e naturalizar determinadas situações, por mais vergonhosas que sejam, para que seus filhos se acostumem a expressar o que sentem, suas emoções ou se estavam sofrendo algum tipo de assédio (bullying) no ambiente escolar , algo que seria muito mais sério e sério.

Em suma, é uma etapa muito diferente da que começam, mas que terá um impacto muito positivo em todas as áreas de suas vidas. Para isso, as famílias devem ser guias nesse processo, permitindo que seus filhos atuem com liberdade e capacidade de decisão, mas sem sair daquele círculo mais próximo que lhes facilita a inserção no ambiente de aprendizagem para esse novo começo.

Você pode ler mais artigos semelhantes a Prepare seu filho para a transição do primário para o secundário, na categoria Escola / Faculdade no local.


Vídeo: Dicas de como ajudar seu filho estudar na quarentena (Dezembro 2021).